Arquivo do mês: outubro 2014

Backup de contatos e de fotos

Sim, ainda acontece de algumas pessoas perderem o celular e logo depois postar nas redes sociais para que todos enviem os números de telefone porque perderam todos. Vamos ver como evitar que isto aconteça.

Se você tem um telefone com iOS, o iPhone, como a Apple te obriga a criar uma conta no iTunes, você só terá que acionar o backup no iCloud. Porém o serviço só tem 5 gigabytes de espaço e isso, amigos, não dá para nada. No iCloud pode ser acionado o backup de fotos, agenda e contatos, além do backup das compras no iTunes.

Já se você tem um celular Android, por padrão, ao ligar o telefone pela primeira vez, há a possibilidade de fazer todo o backup com o Google: fotos, agenda, contatos e aplicativos instalados.

Backup de fotos eu gosto de fazer com o Dropbox ou Onedrive (antigo Skydrive). Porém, o Dropbox apesar de ser um bom serviço só oferece 2 gb de espaço, enquanto o próprio Google e o Onedrive estão dando de graça 15 gb para começar.

Todos eles funcionam da mesma forma: entre no site, crie uma conta. Depois instale o aplicativo no seu celular. Ao abri-lo, ele vai perguntar se você quer acionar o backup automático de fotos. Ao dizer sim, ele vai subir todas as fotos e vídeos gravados automaticamente. Você também pode indicar que suba somente por wifi (cuidado com redes abertas em shoppings e afins, não há criptografia e seus dados circulam sem proteção).

Para sincronizar agenda e contatos do Onedrive (foi meu caso quando migrei do Windows Phone), instale o app Outlook. Ele migrará toda sua agenda e contatos.

O inconveniente é que não consigo editar os dados migrados pelo Outlook no Android. Tenho que entrar no site e aí fazer as mudanças.

Enfim, não perca mais seus contatos. É rápido e fácil manter tudo na nuvem e nunca mais perder nada, mesmo que o celular seja perdido ou roubado.

Divirtam-se!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Geral, Smartphones

Podcasts, serviços de streaming de música e rádios online

Com o horário eleitoral gratuito e obrigatório (sério?), andei conversando com várias pessoas que as mais prejudicadas neste processo são as rádios e por um motivo simples: alternativas mil.

Você ainda ouve rádio? Se sua resposta é sim, acontece por um único motivo: você ainda não conhece as alternativas. Vamos a elas, começando pelo já bem conhecido Podcast.

O podcast surgiu com gravações de áudio digital e publicados em serviços que hospedam áudio ou em sites de compartilhamento que os aceitam.

Hoje há podcasts famosos e realizados com gravação profissional, edição, vinhetas, como se fosse um programa ao vivo. Também há programas de rádio que são convertidos em podcasts, participações de programação de rádios de notícias, como a CBN, entre outros.

O fato é que com a melhora da velocidade de internet e de banda de navegação faz com que o acesso fique muito mais fácil e as alternativas se multipliquem.

Para aproveitar os podcasts, entre em uma página que abrigue o programa e procure pelo link RSS com este símbolo . Ao clicar no link pelo navegador do celular, seu programa agregador já vai aparecer para que seja gravado. Caso isto não aconteça, procure por um endereço de internet que tenha como extensão .xml (e não .html). No android há várias boas opções de agregadores. Hoje utilizo o Beyondpod que me atende muito bem, inclusive ele pega links do iTunes também. No iPhone acredito que seja só clicar e o próprio agregador do telefone já pega o link.

Vamos agora falar do barateamento de acesso a cultura, streaming de música. Streaming é ouvir ou assistir algo na internet sendo carregado simultaneamente, sem ser baixado para o computador ou celular (exemplo é o Youtube).

No Brasil hoje já há vários serviços deste, que oferecem, em média, mais de 30 milhões de músicas (varia conforme acordo com gravadoras). Para citar alguns temos o Rdio, Spotify, Deezer e Rara. Em breve virá o Google Play Music.

No três primeiros é possível criar uma conta grátis e escutar música, com algumas restrições e propagandas inseridas aleatoriamente entre uma música e outra. Na conta premium é possível baixar as músicas para ouvir off-line e escolher o que você quer ouvir.

Pronto, só aí você já quase não tem tempo dentro do carro para ouvir tudo que tem. Mas vamos lá, ainda tem mais uma opção, as rádios online. Sabia que existem várias rádios que só funcionam pela internet? E outras que funcionam pelas vias normais e também pela internet? Geralmente basta acessar o site e há a opção de ouvir ao vivo. Ou você pode baixar o Tunein Radio que dá acesso a milhares de rádios no mundo todo e ainda por tipo de música ou época! É muito bom.

Uma última dica. Andei procurando vários feeds de podcasts para colocar no aplicativo que uso e não foi tão fácil. Então fiz o seguinte, procurei no google por “site (exemplo: cbn) podcast”. No geral resolveu.

Viram quantas opções? E aí, ainda vai ouvir rádio aberta? Conte nos comentários.

Divirtam-se!

Links:

http://pt.wikipedia.org/wiki/RSS

 

Deixe um comentário

Arquivado em Geral

Stickies – Série Ferramentas de Produtividade – Atualizado

Lembra que fiz um post sobre o Stickies? Se não viu, está aqui: https://adorotecnologia.wordpress.com/2010/03/18/stickies-serie-ferramentas-de-produtividade/

Pois bem, ele foi atualizado, a versão atual é a 8.0b e está disponível também no site Portableapps.

Divirtam-se!

Link: http://portableapps.com/apps/office/stickies_portable

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria